19/05/2017 as 17h38 - Atualizado em 19/05/2017 as 17h38

CHAPECÓ - Homem é condenado por homicídio contra ex-companheira

Crime ocorreu em 2014



Em sessão do Tribunal do Júri realizada, em Chapecó/SC, o réu Joanir Cenci foi condenado a 24 anos de prisão pelo homicídio da ex-companheira Gicele da Silva. O crime foi cometido na tarde de 14 de novembro de 2014, na casa da vítima, localizada na Rua São Francisco, bairro Cristo Rei, em Chapecó.

Ele foi condenado pelo crime de homicídio, com as qualificadoras de ter agido por motivo torpe, com emprego de meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. A vítima tinha um filho de 11 anos, e o fato do assassinato ter deixado uma criança sem a mãe foi levado em conta na sentença.

O juiz Jeferson Vieira presidiu a sessão e estipulou a pena do réu em 24 anos de prisão. Conforme a sentença, o réu – que estava solto - teve negado o direito de recorrer em liberdade e deve se apresentar para iniciar o cumprimento da pena. A decisão cabe recurso.

Relembre

O crime foi registrado durante a tarde de 14 de novembro de 2014. A vítima estava em casa quando foi agredida com pelo menos quatro golpes de faca nas costas e próximo ao pescoço, além de marcas nos braços. Os vizinhos ouviram os gritos de socorro e chamaram a Polícia Militar e também o Corpo de Bombeiros e Samu, mas Gicele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

No dia do crime, a tia da vítima relatou que o casal estava junto há cerca de 10 anos e que poucos meses antes do crime, a vítima teria terminado o relacionamento com o homem e mudado para a casa da tia, juntamente com o filho de 11 anos. A criança não estava na casa no momento do crime.
DIÁRIO DO IGUAÇU


Públicado por: Carlos Cesar